Estudo da Kantar reúne insights sobre áudio, streaming e e-commerce em 2020

 In Branding, Consumo, Mercado

A Kantar realizou um estudo nomeado “Media Trends & Predictions”, que visa indicar os principais temas que estarão em alta no mercado de áudio, streaming e e-commerce neste ano. Além disso, também aponta quais serão as complicações encontradas e quão eficiente será a sua mídia. 

Concorrência gera refinamento de conteúdo no streaming

Neste ano o mercado de streaming vai seguir com as suas tenções. No ano passado, grandes players globais como Netflix, Prime Video e Hulu tiveram crescimento, enquanto outros produtores de conteúdo como Disney e HBO Max entraram na briga por seu espaço. No Brasil, empresas como a Globo com o Globoplay e a Record com o Play Plus se estruturaram para ganhar relevância e ter alcance no mercado. 

O estudo Target Group Index Global Quick View, da Kantar, apontou que 44% dos consumidores conectados do Reino Unido que pagam por um serviço de streaming têm pelo menos duas assinaturas, enquanto 18% pagam ao menos três e 7% assinam por quatro ou mais serviços. 

Áudio tende a aumentar, mas os comandos por vozes não servem para compras

Segundo o levantamento Getting Media Right 2019, da Kantar, 63% dos profissionais de marketing afirmam que pretendem aumentar o investimento de publicidade em podcast nos próximos 12 meses. 

E ainda o Painel ComTech, da Kantar, mostra que 25% dos adultos norte-americanos possuem smartspeakers. Mas os principais usos da plataforma sãopara  ouvir música e se informar sobre a previsão do tempo, enquanto compras via áudio têm obstáculos, como a falta de confiança na tecnologia. O medo de erros no momento da compra impede que as pessoas concluam as transações, exigindo que as marcas façam maiores investimentos e que consigam transmitir credibilidade da funcionalidade para os consumidores.

O e-commerce nas redes sociais

As compras em dispositivos móveis estão sendo impulsionadas pela integração de plataformas nativas de e-commerce e pagamento digital dentro do ecossistema de redes sociais. O conteúdo também se alia ao comércio com anúncios compráveis na Amazon, Google, Pinterest e Facebook.

Além do avanço nas redes sociais, as iniciativas de compra pela televisão também devem se disseminar. A LG está aprimorando os aparelhos de TV com realidade aumentada comprável por meio de programas. Já a NBC Universal lançou seu projeto para oferecer anúncios compráveis, usando tecnologia de QR Code.

Você pode conferir o estudo completo da Kantar, clicando aqui.

Fonte: Meio & Mensagem

Recommended Posts